Seguidores

domingo, 5 de agosto de 2012

Atleta etíope bate recorde olímpico e vence a maratona; brasileira é a 47ª


Tiki Gelana ganha a medalha de ouro, seguida por Priscah Jeptoo, do Quênia, e pela russa Tatyana Petrova. Brasileira termina na 47ª colocação.


A prova mais clássica do atletismo, em sua versão feminina, teve a etíope Tiki Gelana como a grande vencedora. Ela resistiu ao ritmo forte imposto pelas adversárias e à chuva para conquistar a medalha de ouro, neste domingo, com o tempo de 2h23m07. Deixando para trás as rivais quenianas em uma disputa acirrada nos metros finais, Gelana ainda quebrou o recorde olímpico, que era da japonesa Naoko Takahashi desde Sydney 2000 (2h23m14). A prata foi para queniana Priscah Jeptoo (2h23m12), apenas cinco segundos atrás da campeã, sendo a menor margem de diferença entre a primeira e a segunda colocada em uma maratona olímpica. O bronze foi para a russa Tatyana Petrova (2h23m29).
Única brasileira a participar da prova, Adriana Aparecida da Silva completou a maratona com 2h33m15, terminando na 47ª colocação geral da maratona.
Tiki Gelana vence maratona feminina em Londres (Foto: AP)
Tiki Gelana foi a primeira a cruzar a linha de chegada na maratona olímpica de Londres (Foto: AP)


A prova
Disputada sob chuva, a maratona teve início equilibrado às margens do Rio Tâmisa, com as atletas correndo em bloco. Depois de passar pela frente do Palácio de Buckingham, residência oficial da rainha Elizabeth II, a italiana Valeria Straneo, a chinesa Xiaolin Zhu e a americana Shalane Flanagan passaram a puxar o pelotão principal.
Com 52 minutos de prova, na passagem dos 15km, as japonesas Yoshimi Ozaki e Risa Shigetomo assumiram a ponta, colocando a italiana para o terceiro posto. No entanto, perto dos 20km de prova, a italiana Valeria Straneo apertou o ritmo e assumiu a liderança pouco antes de passar pela bela catedral de St.Paul. Atrás dela, a chinesa Xiaolin Zhu e a peruana Ines Melchor assumiram a segunda e a terceira posição, respectivamente.
maratona Big Ben londres 2012 (Foto: Agência Reuters)Debaixo de chuva, maratonistas passam na frente do Parlamento e do Big Ben (Foto: Agência Reuters)
Quenianas aparecem na segunda metade
Com quase 30km, foi a vez de Mary Keitany, do Quênia, assumir pela primeira vez a dianteira. Durante a prova, uma garrafa de água foi jogada na pista e por pouco Keitany não se desequilibrou.
O fim da prova começou a se desenhar com as soberanas das maratonas. A queniana Keitany se manteve na liderança, seguida pela etíope Mare Dibaba e de Edna Kiplagat, também do Quênia. Já com 35km, foi a vez de outra queniana, Priscah Jeptoo, assumir a segunda colocação, atrás apenas de sua compatriota Keitany. Tiki Gelana, da Etiópia, também entrou na disputa com força, colando na frente.
Já perto da definição foi a vez da russa Tatyana Petrova alcançar o pelotão líder e assumir a liderança. Mas Mary Keitany, que liderou grande parte da prova, não deixou barato e imprimiu seu ritmo, voltando para a dianteira já perto da definição. Entretanto, nos minutos finais, a queniana não conseguiu manter o ritmo e viu a etíope Tiki Gelana surpreender e assumir a ponta com 40km de prova. Visivelmente cansada, Keitany ainda foi superada por sua compatriota Jeptoo e por Petrova, ficando fora do pódio.
Publicação tirada do site globo.com


Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...