Seguidores

quarta-feira, 30 de abril de 2014

O DNA DA CORRIDA URBANA


Uma pesquisa vai mostrar por que as metrópoles são protagonistas da corrida e da vida saudável. Participe!





A corrida é, sem sombra de dúvida, o mais urbano dos esportes – o mais urbano não só por estar em todos os cantos da cidade, mas também por ser o mais democrático, fácil de praticar: basta um par de tênis e a rua.
Além disso, a concentração do mercado de corrida é maior nas grandes metrópoles – assim como o volume de corridas de rua e o número de assessorias esportivas. 

Talvez pelo fato de o esporte ser a principal válvula de escape para as tensões diárias. Correr representa uma janela, uma restauração da humanidade que se perde diariamente na selvageria do trânsito, nas relações humanas conturbadas, na falta de verde, de ar, de natureza, de momentos individuais.


A proposta da pesquisa DNA DA CORRIDA URBANA, lançada pela Iguana Sports, é interpretar esse universo: descobrir como os corredores se relacionam com a cidade e, o mais importante, entender como as cidades podem se relacionar melhor com os seus corredores.

A missão é detectar quais são as prioridades para esses corredores de rua, em termos de serviços e estrutura pública, a fim de produzir informações e um mapeamento que visa melhorar espaços públicos nas grandes cidades – tudo isso para atender melhor às necessidades dos corredores.

A pesquisa será realizada on-line entre abril e maio de 2014. 

Para participar, é necessário apenas incluir o CPF. O preenchimento da pesquisa dura, em média, 2 minutos.

A expectativa é de que 5 mil pessoas participem. A pesquisa conta com o apoio do SUA CORRIDA e Catraca Livre.
Todos os participantes ganham, instantaneamente, um cupom de 10 reais de desconto para qualquer etapa do Circuito Athenas.
Para participar, clique AQUI.

NÚCLEO DE PESQUISAS – DNA DE CORREDORCriado pela área de marketing da Iguana Sports no final de 2012, o Núcleo de Pesquisas DNA DE CORREDOR foi a primeira iniciativa brasileira a diagnosticar o comportamento do corredor, encarando esse público como uma tribo, uma subcultura.

O DNA DA CORRIDA URBANA é a quarta pesquisa lançada pela Iguana Sports. 

A primeira foi DNA DE CORREDOR (com foco no estilo de vida e comportamento de consumo). Em seguida, a empresa lançou PANORAMA DE ASSESSORIAS ESPORTIVAS, um mapeamento do universo de um importante agente transformador da corrida. A terceira pesquisa foi DNA DE CORREDORA, que mostrou o fenômeno do crescimento das corridas femininas e o comportamento desse público no meio esportivo.

segunda-feira, 14 de abril de 2014

Vênus 10 K , Inscrições Abertas



Diversão, saúde e beleza na maior e mais tradicional corrida feminina do Brasil. O fim de semana que a VENUS 10K prepara especialmente para você é imperdível! 

Dia 1 de Junho acontece a 21º edição da Venus 10K no Jockey Club, São Paulo. 

2014 será o 7º ano consecutivo de prova e este ano estamos esperando 8.000 corredoras! 

A grande novidade é a categoria sub-25, para atletas nascidas A PARTIR de 01 de junho de 1988.


As 1.000 primeiras inscritas nessa categoria terão 25% de desconto no Kit Luxo. 

Estilo Vintage, uma palavra de origem inglesa que significa "safra de vinho". Muito utilizado para designar as melhores safras e os melhores anos de cada vinícola, o termo acabou por representar "o melhor de sua época". 


O visual vintage na identidade da Venus acompanha as tendências de volta ao passado e posiciona o evento como o “melhor de sua época” para mulheres. 



Patrocinador 
Neste ano, a grande patrocinadora do evento é a Gillette Venus, a Gillete da mulher. 

Uma linha de produtos inspirada nas curvas do corpo feminino, que busca um desempenho incrível com um conforto suave, assim como a Corrida Venus que há anos vem mostrando o  melhor para a corredora brasileira, com toda atenção e beleza que a mulher merece. 





Kits 
No momento de inscrição, preparamos dois tipos de kits que as corredoras poderão escolher: 


 KIT LUXO 

Composto por uma camiseta manga curta na cor azul totalmente personalizada, gym sack e medalha para concluintes da prova.





KIT SUPER LUXO
Composto por camiseta personalizada manga curta na cor azul, camiseta manga curta “The Finisher” na  cor cinza, lancheira especial e cool towel. 




Em São Paulo as inscrições abriram no dia 9 de Abril e os preços do primeiro lote começam em R$89 e R$79 (não assinantes e assinantes, respectivamente) para o KIT LUXO e R$129,00 e R$ 119,00 (não assinantes e assinantes, respectivamente) para o KIT SUPER LUXO. 

Faça sua inscrição aqui.

Day Care 

No sábado que antecede a corrida, todas as mulheres participantes da Venus podem aproveitar um delicioso Day Care na retirada de Kits, com direito a massagens, lojas especiais,  pose para fotos, aulas de dança e novidades do mundo fitness, a proposta é celebrar o esporte  e a beleza da corredora. 

Dia da Corrida 

No dia da corrida, a emoção toma conta das milhares de mulheres corredoras VENUS

Que energia!  As 7:30 da manhã do domingo começa a corrida, contando com DJ para animar todo o  evento. Após a corrida, todas as atrações continuam na arena, mas agora com um grande  clima de festa e sensação de conquista.

Agora, é só chamar suas amigas e vir se divertir nos 5km ou 10km da VENUS 10K. A  primeira corrida feminina do Brasil! 

 www.venus10k.com 


  • AINDA NÃO É ASSINANTE SUACORRIDA.COM.BR ?

quinta-feira, 3 de abril de 2014

Obesidade entre crianças atinge índices de epidemia no Brasil


Nos últimos 30 anos, o Brasil reduziu significativamente a desnutrição infantil, mas o problema coexiste hoje com a obesidade.


Fenômeno recente da insegurança alimentar e nutricional que pode se expressar na população independentemente de sexo, idade, raça ou classe social.

Dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) apontam que 15% das crianças com idade entre 5 e 9 anos têm obesidade. Uma em cada três não chegaram ao nível da obesidade, mas estão com peso acima do recomendado pela Organização Mundial da Saúde (OMS) e pelo Ministério da Saúde.

Alimentos básicos x processados

A coordenadora-geral de Alimentação e Nutrição do Ministério da Saúde, Patrícia Jaime, afirma que a mesma pesquisa mostra que parcela importante das crianças não consome de forma regular alimentos básicos e naturais, como legumes, verduras e frutas. "Obviamente isso pode ser explicado por uma mudança no padrão de consumo da população brasileira que resultou em uma diminuição do consumo dos alimentos básicos, tradicionais, da dieta brasileira, que dialogavam com nossa cultura alimentar, de cada região, pela introdução de alimentos cada vez mais processados, industrializados, modificando não só a qualidade da dieta do ponto de vista nutricional, mas os comportamentos e os hábitos alimentares, como comer em casa, comer em família, o comer compartilhado, por uma substituição por comer em frente à televisão, por comportamentos que não são saudáveis."

A pesquisa de orçamentos familiares do IBGE mostra que pão, biscoitos, macarrão e arroz são responsáveis por 35% das calorias consumidas pelo brasileiro em casa. Refrigerantes e doces somam 13% dos produtos consumidos, acima inclusive das carnes com 12,6%. Frutas e sucos naturais são só 2% do que é comprado, e legumes e verduras 0,8%.

Ana Claudia Bessa, mãe de dois filhos, integra o Coletivo Infância Livre de Consumismo. Ela se preocupa com a alimentação dos filhos e dá preferência a produtos naturais. Ela reconhece, no entanto, que muitas vezes as informações acerca dos produtos não são claras, o que pode levar os pais ao erro. 


Ingestão de açúcar

"No suco de caixinha está escrito: seu filho cresce saudável e se diverte. Eu entrei no site do Del Valle e peguei a composição do suco de morango. Primeiro, o ingrediente que tem mais é água, depois açúcar, ou seja, antes do suco da fruta tem açúcar, suco de morango, cálcio, reguladores de acidez, aroma idêntico ao natural, isso é artificial, estabilizantes goma aguar, acetato de isoburato de sacarose e goma éster e corante natural carmin."

A coordenadora do projeto Genética de Transtornos Alimentares da Universidade de São Paulo, Sophie Deram, lembra que a OMS recomenda que não passe de 10% a ingestão de açúcar na dieta diária.

Ela explica que o consumo regular de alimentos e bebidas adoçados pode levar a um ciclo de dependência química. "Na verdade, atua no mesmo receptor da recompensa da cocaína. Realmente, no seu cérebro, ele recebe uma recompensa muito forte com o açúcar e quanto mais açúcar, mais complicado. A criança obesa não é uma criança preguiçosa, uma criança que só tem gula, que não tem força de vontade. É uma resposta bioquímica. Vai aumentar o apetite e vai diminuir a atividade física. Vai se sentir mais cansada e vai querer comer mais. Comendo mais, ela vai ter risco de entrar em resistência insulínica e ter risco de diabetes."

O endocrinologista Paulo César Alves da Silva, da Sociedade Brasileira de Endocrinologia, considera que a obesidade infantil já atingiu índices de epidemia e alerta que crianças e adolescentes obesos terão mais probabilidade de continuarem obesos na fase adulta. "O excesso de peso em crianças e adolescentes causa mais morte que a desnutrição hoje. Os pais precisam que o médico os estimule a considerar que a obesidade é uma doença e não simplesmente uma situação estética que a criança esteja com mais peso e a puberdade já é por si um estado de relativa resistência insulínica, ou seja, comida errada aqui com o hormônio lipogênico como a insulina é sinal de excesso de peso caminhando." 

Falta de informação

A diretora da Associação Brasileira para o Estudo da Obesidade e Síndrome Metabólica (Abeso), Maria Edna de Melo, avalia que a falta de informação sobre a obesidade infantil é o principal problema a ser combatido. "Na prática quando a gente começa a atender o paciente, começa a conversar com a família, eles têm muitas ideias erradas. A começar pelo próprio grau de adiposidade das crianças, porque quando a gente coloca a criança no gráfico lá e diz 'a criança está obesa', a mãe fica muito brava com a gente e diz que não é verdade. As ideias erradas com relação à alimentação são o maior problema que a gente tem. Elas têm várias fontes de revistas, falta uma educação nutricional boa e falta assistência nutricional."

Maria Edna de Melo elogiou projeto de lei em discussão na Câmara (PL 3874/12) que cria a Semana de Mobilização Nacional contra a Obesidade Infantil. Em seminário realizado na Casa, especialistas foram unânimes em afirmar que a prevenção é a melhor política para atacar o problema. 


Matéria publicada pelo site EBC 
Retirado do site www.educacaofisica.com

Dica:
Se o seu filho estiver com obesidade ou com sobre peso, a De Bem Com A Vida Assessoria Esportiva pode ajudar.

Assessoria esportiva especializada em treinamento para crianças, atividade física, emagrecimento, aprendizagem de uma modalidade esportiva.
Aulas individuais ou em grupo.
Ensino de natação, modalidades esportivas de quadras, condicionamento físico.

Outro serviços, personal trainer, ginástica laboral, corrida de rua.
Bebês, crianças, adultos e melhor idade.
Atendemos em condomínios ou academias


Maiores informação, acesse: http://debemcomavidaassessoria.com.br/

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...